Não é associado? Associe-se
Recuperar minha senha

Falta de pessoal em farmácia impacta no atendimento de pacientes com DII no Rio

Autor: GEDIIB | Publicado em: 29/05/2019


As Dras Renata Fróes (Comissão de Medicamentos)  Ana Teresa Pugas (Comissão de Centros de Excelência) estiveram na Rio Farmes para fazer um alinhamento com os responsáveis para esclarecer pendências sobre os laudos de solicitação de medicamentos especializados (LMEs) que impactam negativamente no atendimento dos médicos e pacientes portadores de DII.


Após a reunião, elas elaboraram um passo-a-passo que está sendo distribuído entre os médicos que compõem o Grupo de Estudos de Doenças Inflamatórias do RJ (GEDIERJ) com o objetivo de tentar diminuir as idas e vindas dos pacientes à Riofarmes e aos consultórios/ambulatórios especializados.


Algumas melhorias propostas esbarraram em questões como o PCDT de RCUI de 2002 que está muito desatualizado, no engessamento do sistema Horus e, principalmente, na falta de farmacêuticos para melhorar a qualidade e dar agilidade no atendimento.


A expectativa é que parte delas possa ser resolvida quando o novo PCDT for aprovado e também quando será realizada nova reunião para alinhamento.