Não é associado? Associe-se
Recuperar minha senha

Efeitos Psicológicos e Físicos da DII

Autor: GEDIIB | Publicado em: 31/07/2017

Você sabia?

Efeitos Psicológicos

A Doença Inflamatória Intestinal, seja a Doença de Crohn ou a Retocolite Ulcerativa, pode afetar a autoimagem do paciente e seu estilo de vida, em uma época em que ser igual a todo mundo é muito importante.

Efeitos Físicos

Os sintomas causados pela Doença de Crohn e pela Retocolite Ulcerativa são imprevisíveis, desconfortáveis, cansativos, embaraçosos e perturbam as atividades normais. Uma crise da doença pode impedir a participação do paciente nas atividades diárias. Os pacientes portadores de DII podem evitar alimentar-se por que o ato de comer pode piorar os sintomas. Por causa disso, os jovens portadores da DII podem ter uma taxa de crescimento mais lenta e podem parecer mais jovens e menores do que os colegas da mesma idade. A medicação pode também contribuir para o desconforto do paciente. 

Os efeitos colaterais da sulfasalazina (Salazopirina®) podem incluir náusea, perda de apetite e dores de cabeça. Os pacientes que estão fazendo uso de medicações semelhantes à Cortisona podem ter ganhado excessivo de peso, desenvolver pressão arterial alta, apresentar arredondamento da face ou aparência de inchaço, ter problemas com acne, tornarem-se mal-humorados ou inquietos.Fatos: Não se conhece o número exato de pessoas que sofrem de DII no Brasil; qualquer pessoa pode desenvolver essa doença, não importando o sexo, a raça, ou a idade.

Não se conhece a causa ou a cura para a Doença Inflamatória Intestinal.